Apresentação do Virtual Educa na Bahia: inovação educativa e economia sustentável

0
13

Entre os dias 4 e 8 de junho, Salvador irá receber um dos maiores encontros internacionais de educação da América Latina, o Virtual Educa. Nessa segunda-feira (9), na sala de reuniões da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, (CAB), o governador Rui Costa participou da apresentação oficial do evento, que irá envolver professores da rede estadual de ensino em palestras, debates e oficinas com educadores e representantes de outros estados brasileiros e de países da América Latina, Caribe e África.

Nesta décima nona edição do encontro, será lançado o programa Think Blue, do Banco Mundial, que visa estabelecer um marco mundial sobre a economia do mar, com foco na sustentabilidade e na economia sustentável. No ano passado, o evento reuniu mais de 29 mil pessoas em Bogotá, na Colômbia.

Para o secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, o objetivo do Virtual Educa é desenvolver a educação com práticas inovadoras e promover o desenvolvimento social através da tecnologia. “Esse é um evento que já acontece há 18 anos no mundo e com força na Bahia. Queremos trabalhar em duas frentes, do ponto de vista acadêmico e do ponto de vista da troca de experiências, com o Fórum Global – realizado no Porto de Salvador -, gerando debates sobre o que é possível juntar, conhecer e expor, e utilizar esse conhecimento para superar as barreiras e estimular a educação”.

De acordo com secretário geral do Virtual Educa, José María Antón, o projeto do evento permite a incorporação e o desenvolvimento cooperativo de diversos setores que promovem as transformações sociais. “A educação é muito importante, através dela as sociedades podem evoluir. A Bahia será palco de um grande intercâmbio de ideias entre professores, estudantes e administradores de escolas. Vamos promover um fórum de cooperação em que os representantes de governos poderão trocar ideias, com objetivo de transformar a Bahia numa referência em projetos em colaboração com a África”.

Novo Espaço

O encontro acadêmico será realizado no novo Centro de Formação de Evento, antigo Instituto Central de Educação Isaías Alves (Iceia), que está passando por uma reforma para receber o evento. Possui, atualmente, 70 salas e um teatro com capacidade de 1.300 lugares. Após a conclusão das reformas, prevista para maio de 2018, o espaço receberá cobertura total de internet e terá dez salas com capacidade média de 100 lugares, 26 salas com capacidade de 50 lugares e duas salas com capacidade de 150 lugares cada.

“Será um espaço aglutinador, um grande centro de eventos, numa escola de formação, mas também num grande palco com a retomada de seu teatro e criando toda uma expectativa que o Iceia volte a ser o centro formador que foi no passado, agora para um novo período, para uma educação para transformar e uma educação para o futuro”, destacou Walter Pinheiro.