Na abertura do Virtual Educa, Rui destaca troca de experiências para inovar na educação

0
219

A convergência entre inovação, tecnologia e educação é o mote do XIX Encontro Internacional do Virtual Educa Bahia, que desembarca no estado com uma programação diversificada. A abertura oficial do evento foi realizada na noite desta segunda-feira (4), no Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador, com a presença do governador Rui Costa e do secretário-geral do Virtual Educa, José Maria Antón.

O Virtual Educa Bahia é um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologias aplicadas à Educação. “Será uma semana inteira de troca de experiências entre educadores de vários países. Nós temos que conhecer aspectos positivos da educação. Aquela escola em que o professor ficava de costas para os alunos, escrevendo no quadro, já foi embora. É preciso mais interação, outras formas de comunicação e acesso. Quanto mais intercâmbio e trocas nós fizermos, mais chances temos de acertar e inovar na educação”, afirmou Rui.

O encontro segue até o próximo dia 8, no Centro Estadual de Educação Profissional, Formação e Eventos Isaías Alves (antigo Iceia), no Barbalho. O secretário estadual de Educação, Walter Pinheiro, destacou que a realização do evento na Bahia marca a expansão do novo padrão pedagógico da educação no estado. “Agora em junho, entregaremos acesso à internet banda larga em todas as nossas escolas. Hoje já temos 434 pontos no estado em que nós levamos a educação para lugares remotos. Essas ações representam o uso da tecnologia para expandir a ferramenta tecnológica, mas, ao mesmo tempo, para expandir todo um novo conceito pedagógico de uma nova escola. Isso é o Virtual Educa. Isso é o desafio do Programa Educar para Transformar, pautado pelo governador Rui Costa”, disse Pinheiro.

Com o tema ‘Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único’, o evento reúne personalidades do campo educacional do Brasil, da América Latina, da África e do Caribe. A programação é composta por fóruns e conferências que serão ministrados por professores, escritores e pesquisadores que trabalham questões relacionadas à Educação no século XIX e sua interface com a inclusão, a diversidade, o meio ambiente, a inovação, a tecnologia e a formação docente.