Um compromisso com a aprendizagem científica e tecnológica

0
683

A Escola de Robótica de Misiones (Argentina) e sua proposta inovadora sobre estratégias e metodologias de ensino e aprendizagem começaram a trilhar o caminho para uma educação que pretende formar indivíduos comprometidos e capazes de intervir de forma construtiva na sociedade, utilizando a ciência e a tecnologia da robótica educacional.

A Escola de Robótica surgiu em 2016 a partir de um acordo de colaboração entre a Hewlett-Packard (HP) e a Câmara dos Representantes da Província de Misiones. A HP forneceu equipamentos de ponta, únicos na América Latina; e a Câmara, o espaço físico e os recursos humanos para realizar o projeto. A escola é dirigida pela profissional graduada Flávia Morales, acompanhada de uma equipe interdisciplinar.

A escola tem quatro rotas de aprendizagem, de acordo com a idade dos alunos: Tecno Kids (5 a 9 anos), Maker Juniors (10 a 13 anos), Teen Maker (14 a 16 anos) e Team Inn (17 a 20 anos). Os cursos são presenciais e são realizados uma vez por semana, com aulas de 2 a 4 horas. A escola funciona de segunda a sábado com jovens de toda a província; entre eles, estudantes da comunidade Mbyá Guarani.

Os alunos passam por 3 níveis -básico, intermediário e avançado- e gradualmente passam por conteúdos de menos a maior complexidade, trabalhando com diferentes metodologias: aprendizagem baseada em projetos (ABP), metodologias ágeis (SCRUM), aplicação de técnicas de aprendizagem baseadas em video games orientadas para a conscientização da cultura maker; para que crianças e jovens se tornem construtores de seus próprios projetos e conhecimentos.

A escola começou com 1300 alunos, um número que superou em muito as expectativas iniciais. A eles juntaram-se estudantes que participaram com os seus professores no âmbito do programa “Sumá a tu escuela”; uma iniciativa que permite levar robótica educacional às escolas que aplicam o ABP. Desta forma, a Escola de Robótica atinge as instituições educacionais de todos os níveis da província. E cada instituição participante recebe um kit de robótica com os componentes necessários para trabalhar no projeto planejado pelo professor e seus alunos.

Os resultados da escola foram apresentados em dois eventos: Robotic Night (nível básico) e Robotic Night 2 Evolution (nível intermediário).

É importante destacar que todos os projetos são planejados, gerenciados e construídos pelos alunos, que se organizam em equipes de trabalho com funções definidas e ajuda de um orientador.

As conquistas realizadas pela escola fizeram com que ela fosse reconhecida pelo Conselho Geral de Educação da Província de Misiones como um estabelecimento de gestão pública, estadual e gratuita. Dessa forma, o esforço e a dedicação de alunos e professores foram reconhecidos pelas autoridades educacionais, e os conteúdos receberam um reconhecimento legal.

A Escola de Robótica, em seu primeiro ano, cumpriu amplamente os objetivos propostos e continua crescendo. Reforçou seus laços com a HP, que doou novos equipamentos para o ano letivo de 2018; e assinou um acordo de colaboração com a Câmara Argentina de Software (CESSI) para que os jovens estudantes possam realizar práticas tecnológicas e adquirir habilidades profissionais.